Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os Três Grandes - Benfica Porto e Sporting

Os Três Grandes - Benfica Porto e Sporting

Sporting: Os quatro jogadores-chave para a estratégia de Jesus

 

Rui Patrício


Ao cabo de oito temporadas consecutivas no plantel principal (sem contar com a da estreia), Rui Patrício tornou-se opção indiscutível para a baliza. Apesar de estar na mira do Liverpool, entre outros, o guarda-redes é um dos jogadores em quem Jorge Jesus confia e por quem, de resto, já nutria admiração no passado. Quando do Europeu 2012, por exemplo, numa análise para a "Marca", em Espanha, JJ elogiou o capitão leonino. "É bom guarda-redes. Vai ser um dos melhores da Europa, de certeza", projetava.


William Carvalho


Depois da época de afirmação sob comando de Leonardo Jardim, o médio ultrapassou um começo irregular de campanha e confirmou, às ordens de Marco Silva, a qualidade que o levou à Seleção Nacional. Pretendido por clubes ingleses, William é um dos jogadores-chave de que Jesus não quer prescindir. Em fevereiro de 2014, quando o camisola 14 falhou o dérbi, JJ concedia: "A ausência dele é um problema, mas é um excelente jogador", destacou.


João Mário


A passagem por Setúbal foi fundamental para o seu crescimento. Com o regresso ao Sporting, tornou-se num dos jogadores de referência de Marco Silva e uma das primeiras e mais importantes alterações na equipa herdada de Leonardo Jardim. O percurso ao longo da temporada elevou-o a um patamar de influência ainda maior. Agora, com Jorge Jesus rendido ao seu talento, João Mário poderá subir outro nível e assumir maior protagonismo.


Slimani


É mais um exemplo de um jogador que já era referência para Marco Silva e que Jorge Jesus pretende potenciar ao máximo no arranque deste novo ciclo. O argelino mudou de empresário recentemente e tem sido sondado por clubes ingleses, alemães e italianos. Record sabe, porém, que o técnico pediu a Bruno de Carvalho para que o ponta-de-lança permanecesse no plantel, desejo que deverá ser respeitado, apesar da pressão do mercado. De resto, já era certo que o 9 não seria negociado abaixo de 15 milhões de euros.